Fla vacila, fica no empate e perde título da Taça GB

 

O Flamengo tinha tudo para sair do Moacyrzão nesta quarta-feira com o título da Taça Guanabara. A equipe rubro-negra só precisava vencer o vice lanterna Nova Iguaçu para garantir o primeiro lugar e faturar o caneco do primeiro turno. No entanto, não foi isso o que aconteceu. O time da Gávea não fez uma boa partida e não conseguiu furar a retranca do adversário. Com isso, não passou de um empate sem gols, que o deixou na segunda posição da Taça GB, já que o Botafogo venceu o Macaé. Rubro-negros e alvinegros terminaram com a mesma pontuação, mas no critério de desempate deu Botafogo, pois o Glorioso venceu o clássico. Dessa forma o Flamengo encara na semifinal o Vasco.

Parecia que o Flamengo não teria problemas para superar o Nova Iguaçu. Até começou bem, pressionando, tocando a bola e se mantendo com ela. Porém, não conseguiu furar a retranca do Nova Iguaçu, que apenas se defendeu no primeiro tempo.

Mugni, que ganhou nova chance nesta quarta-feira, tentou criar e até foi bem nos primeiros minutos de jogo. O meia participou de pelo menos duas boas jogadas do rubro-negro. Uma chutando por cima do gol, depois de cruzamento de Pará, e outra em chute de fora da área que por pouco Alecsandro não aproveitou a sobra.

O Nova Iguaçu chegou ao ataque apenas uma vez e só não surpreendeu no lance graças a Anderson Pico, que afastou o perigo após Paulo Victor sair mal do gol.

O domínio da primeira etapa, no entanto, não garantiu ao Flamengo um resultado melhor. A equipe da Gávea não conseguiu marcar e ainda viu o Botafogo abrir o placar contra o Macaé, o que levava o alvinegro a liderança da competição e consequentemente ao título da Taça Guanabara.

A etapa complementar foi um pouco mais animada. A necessidade da vitória obrigou o Flamengo a acordar para o jogo e logo no início teve uma grande chance com Marcelo Cirino. A primeira do atacante na partida. Porém, quem assustou mesmo foi o Nova Iguaçu. Paulo Henrique soltou a bomba, Paulo Victor defendeu esquisito e teve que tirar em cima da linha.

O lance animou o Nova Iguaçu, que passou a visitar mais a área do Flamengo. Mesmo assim quem teve as melhores chances foi o Flamengo. A equipe de Luxemburgo perdeu inúmeras oportunidades de abrir o placar.

O Flamengo se resumiu a muita pressão até o final, sem sucesso. Eduardo da Silva perdeu uma boa chance nos minutos finais dentro da área chutando em cima do goleiro do Nova Iguaçu e Alecsandro nos acréscimos mandou no travessão.


Deixe uma resposta