Em jogo que teve de tudo, Fla vence Vasco e mantém escrita

FLA X VASCO

Flamengo e Vasco é sempre um campeonato à parte. E neste domingo não poderia ter sido diferente. O clássico dos milhões teve de tudo: paralisação por conta da chuva, gol com ajuda da poça d`água, pênalti e muita confusão (Foram quatro jogadores expulsos, dois de cada lado). Mas no final, prevaleceu o retrospecto do Flamengo. Com gols de Alecsandro, o time rubro-negro venceu por 2 a 1 e mantém a escrita de não perder para o Vasco há três anos. O último triunfo cruzmaltino foi em 2012. Com o resultado, o Flamengo chegou aos 26 pontos e ocupa a terceira posição. O Vasco caiu para a quarta posição com os mesmos 26 pontos.

Na próxima rodada, na quarta-feira, o Flamengo enfrenta o Bangu, no Maracanã. No dia seguinte, o Vasco encara o Boavista, em Bacaxá.

Teve de tudo nos primeiros 45` de Flamengo x Vasco. O time da Colina começou melhor e tentando se impor, enquanto o Flamengo apostava nos contra-ataques. Mas, com muita chuva, o que se via era muita briga e pouca técnica.

O Vasco chegou primeiro com perigo. Em cobrança de falta, Paulo Victor defendeu parcialmente e quase Dagoberto marcou. Porém, foi o rubro-negro que saiu na frente. Contando com a ingenuidade de Martin Silva que, mesmo com o campo encharcado, deu bobeira e Alecsandro não perdoou, aos 17`. Na  sequência, o Vasco mandou uma bola na trave.

E foi só. Aos 25`, o árbitro paralisou a partida devido ao mau estado do gramado do Maracanã por conta da chuva. O clássico ficou paralisado por 50` e corria o risco de ser cancelado. Mas, aos poucos, foi normalizando e a arbitragem reiniciou a partida.

O Vasco demorou um pouco mais do que o Flamengo a retornar para o campo, mas voltou mais ligado no jogo. Não deixou o Flamengo tentar qualquer investida e, mesmo sem Dagoberto, que saiu machucado, chegou ao empate aos 28`. Gilberto aproveitou falha da zaga do Flamengo e deixou tudo igual.

O Flamengo respondeu em seguida com Canteros, que arrancou no contra-ataque e mandou muito perto do gol de Martins Silva.

Para o segundo tempo Luxemburgo pôs Everton no lugar de Gabriel. O meia, que estava voltando ao gramados depois de uma lesão, no primeiro lance foi parado por Madson.

O Flamengo voltou um pouco melhor. Pelo menos mais na área do adversário, tanto que aos 4` Martin Silva teve que fazer uma grande defesa após finalização de Canteros. Dois minutos depois, o goleiro vascaíno nada pôde fazer. Guinazu faz pênalti bobo em cima de Marcelo Cirino. Alecsandro cobrou e recolocou o Flamengo na frente.

O jogo era lá e cá. Mesmo com o gol sofrido o Vasco não se deixou abater. Bernardo, aos 14`, quase marcou em cobrança de falta. Paulo Victor fez grande defesa.

O Flamengo com a entrada de Everton e Paulinho, no lugar de Alecsandro, ficou ainda mais veloz. A equipe rubro-negra aproveitava os espaços e assustava nos contra-ataques. Porém, o jogo era aberto.

Aos 28`, Jhon Cley teve a melhor chance cruzmaltina no Segundo tempo. A bola sobrou e o meia, sem marcação, bateu para fora.

Aos 36` uma confusão generalizada. Após falta a favor do Vasco, Bernardo partiu para cima de Paulinho Depois de muita reclamação, empurrões de ambos os lados, Paulinho, Bernardo, Anderson Pico e Guinazu receberam o vermelho.

O Vasco ainda tentou uma pressão nos minutos finais, mas Paulo Victor segurou todas.

 


Deixe uma resposta